Para Profissões

Para o confeiteiro

Meu querido (nome),

Sabe que pra mim você é um docinho? Tudo o que você faz tem o gosto de gotas de chocolate tocando o céu da minha boca e o toque das suas mãos na minha pele é suave como o contato do algodão, quero dizer, de um algodão doce em minha língua!
Ah, e os bolos que você é capaz de fazer! Só não gosto quando você resolve trabalhar até mais tarde para atender encomendas e acaba por me dar um "bolo", aquele outro tipo de bolo, entende? Ah, como me espanta esta sua habilidade em misturar ingredientes, em conseguir me fazer esquecer até os momentos mais amargos da vida.
Ter você ao meu lado é sentir o bom e o doce da vida, e por isso eu acho que vou te amar até você ficar bem velhinho, até os seus cabelos ficarem da cor do chantilly ou mesmo de açúcar de confeiteiro.
Meu querido, deixa eu morder de novo aquela sua maçã do amor? E aquela sua torta de noz que me deixa até sem voz? Deixa vai, deixa eu me lambuzar um pouco em mais uma daquelas suas receitas de geléia? Sinceramente, querido, nunca vi alguém manipular frutinhas com a habilidade que você tem... Fico derretida feito calda de chocolate, só de pensar em ver você trabalhando!
Olha, você nem imagina a saudade que eu sinto do seu biscoitinho! Juro que nunca provei nada tão gostoso, nunca coloquei nada melhor nesta minha boquinha! Mas, para você não ficar dizendo que o meu único interesse é pelas delícias que você faz, hoje vamos fazer o contrário... hoje eu vou fazer a sobremesa: que tal você passar aqui em casa para provar a minha "Floresta Negra"?

Um beijo da sua
(assinatura)