LGBTQIA+

Não tenha medo de mim!

Querido,

parece-me que você ficou um tanto nervoso, inseguro ou assustado depois de nossa última conversa, mas não precisa ter medo de mim, pois eu gosto de você e posso te garantir que só desejo o seu bem.
Você é muito doce. Tão doce e puro que chega a ser sedutor, pois esta pureza comovente justifica perfeitamente o seu medo de receber o afeto e o carinho de alguém que, por acaso, tem o mesmo sexo que você.
Nós sempre nos demos tão bem, não é mesmo!? Não vamos deixar que um detalhe insignificante atrapalhe a evolução desta amizade pura e verdadeira. De minha parte, tenha a certeza de que eu não vou tentar convencê-lo ou forçá-lo a nada, pois sei respeitar a individualidade e as opções alheias, mas saiba também que eu gostaria muito de receber de você algo um pouco mais forte, um pouco mais profundo do que apenas amizade.
Repito, não tenha medo e mim, pois não vou insistir em conversas que não te agradam ou não te deixam à vontade. Escrevo-lhe apenas para manifestar o meu carinho, apenas para dizer que você sempre estará em meu coração, e que eu estarei sempre disposto a ouvi-lo, ajudá-lo e acolhê-lo se por acaso algum dia você precisar de mim.

Com todo o carinho do mundo,
(assinatura)