LGBTQIA+

Vamos resolver isso lá em casa!

(nome),

quando você chega colocando as mãos no meu ombro e dizendo, com cara de macho arrogante, "- E aí, mano, tudo bem?", pode estar certo de que eu não fico nem um pouco assustado, pois eu sei exatamente o que é que você está precisando nesses momentos.
Você quer se utilizar deste seu corpinho sarado pra me intimidar, eu sei... Para fazer a plateia pensar que você é quem controla a situação, mas fique sabendo que eu não me impressiono com o seu mis-en-scène e não visto a carapuça de bicha submissa, pois sei fazer toda esta sua pose desmoronar num piscar de olhos!
Olha, acho que está na hora de você parar de fazer gênero, pois o que você gosta e precisa está bem guardadinho e pronto pra você se divertir. Aliás, a sua vida seria muito mais prazerosa se você falasse menos e usasse a sua boca para outras coisas, que você sabe muito bem quais sao e que, por acaso, você faz muito bem.
Se você ainda quer continuar esta disputa, tudo bem, mas eu acho uma perda de tempo fazer isso no bar ou na balada. Por que você não aparece aqui em casa pra gente resolver essa parada na cama, que é onde a verdade realmente prevalece?
Estou te esperando! Venha logo!

(assinatura)